- Publicidade -
17.1 C
Albergaria-a-Velha
InícioÚltimasMais de 127 mil euros atribuídos a IPSS do concelho

Mais de 127 mil euros atribuídos a IPSS do concelho

- Publicidade -

No âmbito do Programa de Apoio às Instituições de Solidariedade So­cial (PAIPSS), a Câmara Municipal de Albergaria atribuiu, na tarde de 15 de janeiro, um subsídio anual no valor de 127 500 euros a 11 IPSS do Concelho. A proposta apresentada foi deliberada por unanimidade.
Catarina Mendes, Vereadora da Ação Social, afirmou ser uma satisfação ter uma rede social coesa e verdadeiramente solidária em Albergaria-a-Velha. A autar­ca realçou que a intervenção das IPSS na sociedade vai além do que está estipulado pelo Estado Central e que, embora o apoio do Município não possa satisfazer todas as necessidades, é uma forma de minimizar algumas lacunas deixadas pela tutela. Por seu lado, António Loureiro, Presidente do Município, destacou o trabalho de quali­dade e de complementaridade das insti­tuições, afirmando que, sem elas, o Muni­cípio não teria capacidade para prestar o mesmo serviço junto da comunidade.
As Instituições de Solidariedade So­cial a usufruírem do apoio financeiro anual foram as seguintes: AHMA – As­sociação Humanitária Mão Amiga – € 10.000; Associação de Infância D.ª Tere­sa – € 11.500; APPACDM – Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental – € 10.750; ASSA – Associação de Solidariedade Social de Alquerubim – € 13.500; CEDIARA – Centro de Dia para Idosos de Ribeira de Fráguas – € 10.750; Centro Social Paroquial de Angeja – € 10.750; Centro Social Paroquial de Sta. Eulália de Valmaior – € 14.000; Centro Social Paroquial de S. Vicente da Bran­ca – € 8.000; Fundação Creche Helena de Albuquerque Quadros – € 10.750; Irmandade da Misericórdia de Alber­garia-a-Velha – € 13.500; PROBRANCA – Associação para o Desenvolvimento Sócio-Cultural da Branca – € 14.000.”
Segundo o que se pode ler na ata nº2, referente da reunião ordinária da Câma­ra Municipal, estão “subjacentes a este apoio, critérios que têm por base: o nº e tipo de respostas sociais que desenvol­vem com Acordos de Cooperação com a Segurança Social; o nº de utentes; a área geográfica de intervenção; a participação nas iniciativas da Rede Social; a partici­pação no Núcleo Executivo do Conse­lho Local de Ação Social; a participação no grupo de trabalho da Rede Social; os Acordos de Cooperação celebrados com a Autarquia, no que se refere às refeições escolares fornecidas”. O apoio financei­ro anual às IPSS tem um limite máximo, por instituição, de 14 000 € e um mínimo de 8000 €, “sendo que as IPSS que forne­cem as refeições escolares terão uma ma­joração no valor do subsídio, de acordo com o número de refeições fornecidas”.

- Publicidade -
- EDIÇÃO IMPRESSA -

CONECTE-SE

20,296GostosGostar
2,516SeguidoresSeguir

EM DESTAQUE

- Publicidade -

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido!