- Publicidade -
16.5 C
Albergaria-a-Velha
InícioRegiõesAlbergaria-a-velha e ValmaiorLares albergarienses receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19

Lares albergarienses receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19

- Publicidade -

Mais de 400 pessoas, entre utentes e cuidadores de Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) do concelho de Albergaria-a-Velha, receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19, esta semana.
O processo ficou concluído esta sexta-feira com a administração da vacina a 60 pessoas (27 idosos e 33 colaboradores) da Associação Portuguesa dos Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) durante a manhã de hoje. Ainda durante o período da manhã, no Solar das Camélias, em Telhadela, foram vacinadas 54 pessoas (27 idosos e 27 colaboradores) e ao início da tarde, 30 utentes e 17 colaboradores da Geriabranca receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19.
A vacina começou a ser administrada na quarta-feira, dia 20 de janeiro, a 18 idosos e 35 funcionários da Associação de Solidariedade Social de Alquerubim (ASSA). No dia seguinte foi a vez de 200 pessoas (102 idosos e 120 colaboradores) da Irmandade da Misericórdia de Albergaria-a-Velha receberem a vacinação.
Os 436 vacinados só se devem considerar protegidos da doença sete dias depois da toma da segunda dose da vacina. Este é o período de tempo que dá garantia de uma resposta robusta por parte do seu sistema imunitário.
Os responsáveis pelas instituições mencionadas veem com bons olhos a chegada da vacina e têm esperança que, pouco a pouco, se possa voltar à normalidade. Em declarações ao Jornal de Albergaria, Isabel Fonseca, presidente da APPACDM de Albergaria, afirma que é com “muita esperança” que vê “a chegada da vacina” e que “independentemente do que acontecer no futuro a primeira fase já passou e tudo aponta para que melhores dias virão”.
Este é um procedimento que decorre da primeira fase de vacinação, de acordo com plano elaborado pela Direção Geral de Saúde. Segundo o plano apresentado no dia 03 de dezembro, estão previstas três fases para a execução do plano de vacinação. A primeira fase destina-se aos profissionais de saúde, residentes e profissionais em lares e unidades de cuidados continuados, a pessoas com mais de 50 anos com patologias associadas e a profissionais das forças armadas, forças de segurança e serviços críticos. Na segunda fase serão vacinados idosos com mais de 65 anos e pessoas que tenham mais de 50 anos e tenham patologias associadas. Na terceira fase, a vacina chega a toda restante população.
De mencionar que está a ser preparada uma proposta para incluir os titulares de altos cargos de decisão e os bombeiros entre os prioritários a vacinar. O coordenador da ‘task-force’, Francisco Ramos, explicou que “os titulares de altos cargos inserem-se aqui. Mas não só. Estamos a falar também de bombeiros, que não são profissionais de saúde, mas que trabalham na emergência pré-hospitalar e transporte de doentes urgentes. Estamos a falar de cerca de 16 mil pessoas“, afirmou numa entrevista dada ao jornal Expresso.

- Publicidade -
Solange Ferreira
Jornalista do Jornal de Albergaria - Nasci e cresci em Albergaria-a-velha. Aos 19 anos troquei o conforto de casa pelas montanhas beirãs, onde me licenciei em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. A vontade de inovar e aprender coisas novas levou-me a fazer Erasmus, durante 6 meses, na Universidade de Roma "La Sapienza". Seguiu-se um Mestrado em Comunicação e Jornalismo na Universidade de Coimbra.
- EDIÇÃO IMPRESSA -

CONECTE-SE

20,928GostosGostar
2,681SeguidoresSeguir

EM DESTAQUE

- Publicidade -

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido!