- Publicidade -
14.1 C
Albergaria-a-Velha
InícioCOVID-19Primeiras vacinas contra a Covid-19 já foram administradas no Hospital de Aveiro

Primeiras vacinas contra a Covid-19 já foram administradas no Hospital de Aveiro

- Publicidade -

Poucos minutos passavam das 09h00 desta terça-feira quando, em simultâneo, quatro profissionais de saúde do Hospital de Aveiro receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19.
A infeciologista e coordenadora do plano de contingência para a Covid-19 no hospital, Filomena Freitas, a enfermeira dos cuidados intermédios do internamento de doentes com Covid-19, Fátima Santos, o técnico de laboratório, Hugo Vidal e a assistente operacional, Rosinda Pereira foram os escolhidos para serem os primeiros profissionais de saúde do Centro Hospital do Baixo Vouga (CHBV) a serem vacinados.
No momento da chegada da geleira, onde estavam armazenadas as primeiras doses das vacinas, era palpável a animação de todos os presentes. A presidente do Conselho de Administração do CHBV, Margarida França, considerou este “um dia importante” para todos aqueles que desde março têm estado à frente na luta contra a pandemia e espera que se trate de “uma janela de esperança para voltar, dentro do possível, à normalidade”.
Mais do que serem os primeiros a receber, a enfermeira Fátima Santos considera que “este é um passo muito importante e sobretudo uma mensagem de esperança“. Como profissional de saúde, admite que a vacinação “dá-nos outra confiança e o facto de sabermos que é um processo que vai correr a comunidade dá-nos força e alento para continuarmos a enfrentar e percebermos que vai ser mais fácil no futuro“.
Apesar de a vacina ser “uma ferramenta” importante para quem trabalha na primeira linha de intervenção, a especialista Filomena Freitas alerta para o facto de os efeitos não serem imediatos. “As pessoas pensam que hoje apanhamos a vacina e isto desaparece mas não (…) só nessa altura [quando grande parte da população receber a vacina] é que estaremos mais descansados e isso só vai ser para o ano. Até setembro vamos continuar com a nossa vida limitada“, explica. Por isso, salienta que o uso de máscara, a desinfeção constante das mãos e o distanciamento social continuam vão continuar a ser fundamentais na vida diária.
Neste primeiro dia de vacinação foram 385 os profissionais de saúde abrangidos. O processo vai continuar nas próximas semanas sendo que está previsto durante o mês de janeiro atingir o número total de funcionários do centro hospitalar.
 

- Publicidade -
- EDIÇÃO IMPRESSA -

CONECTE-SE

20,521GostosGostar
2,557SeguidoresSeguir

EM DESTAQUE

- Publicidade -

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido!