• Jornal de Albergaria - AgroVouga
  • Jornal de Albergaria - Ebd87793 0653 40b8 Be72 D229bc5a9185
  • Jornal de Albergaria - Banner Avelab


Universidade de Aveiro lança novos cursos

  • Categorias Atualidade
  • 30 de Julho, 2020
  • 398 Visualizações
Universidade de Aveiro lança novos cursos

Uma licenciatura em Eletrónica e Mecânica Industrial, cinco mestrados e ainda seis programas doutorais estão entre as novidades que a Universidade de Aveiro apresenta para o próximo ano letivo.

Segundo um comunicado da UA, esta nova licenciatura, disponibilizada na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA), “visa formar profissionais para o exercício de funções técnicas na indústria, integrando as áreas da eletrónica, mecânica e automação de modo a proporcionar uma visão abrangente, resultante de uma formação multidisciplinar, complementada por uma visão sistémica e integrada dos processos industriais”. O perfil profissional procura dar resposta às necessidades inerentes ao conceito de Indústria 4.0, o qual engloba a integração das tecnologias digitais nos processos de fabrico.

No próximo ano letivo, a UA terá ainda cinco novos mestrados:
Gestão da Qualidade Total, um curso focado na Indústria 4.0 e desenhado para responder às necessidades dos que trabalhem ou pretendam vir a trabalhar em qualquer tipo de organizações;
Manufatura Aditiva trata-se de um programa (dois anos de formação) que visa preparar a transformação tecnológica e formar engenheiros, investigadores e empreendedores na área da manufatura aditiva, desde o projeto à produção;
Produto e Tecnologia Digital é um curso procura construir uma base de conhecimento que permita atuar e promover a inovação e desenvolvimento tecnológico na área do produto e tecnologia industrial de base digital e dotar os alunos de várias outras capacidades necessárias no dia-a-dia das empresas industriais;
Cibersegurança e Ciência de Dados, um curso disponibilizado pelo Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) que proporcionará formação avançada centrada em inovação, desenvolvimento e investigação em cibersegurança;
Ciência de Dados para Ciências Sociais, visa capacitar os estudantes para a recolha, manipulação e análise de grandes volumes de dados, estruturados e não estruturados, assim como capacitar para a formulação de problemas e desenho de soluções, com o recurso a modelos ou sistemas computacionais, que possam dar resposta a necessidades concretas de empresas e de instituições e aos desafios sociais emergentes.

É ainda de destacar que seis programas doutorais complementam as novas propostas de formação da UA para o ano letivo de 2020/2021, nomeadamente em Bioquímica, em Biotecnologia, Engenharia Química, em Química, em Nanociências e Nanotecnologia e em Inovação em Empresas – Doctorate in Business Innovation (DBI).

Toda a oferta formativa da UA pode ser consultada em detalhe através do seguinte link: https://www.ua.pt/pt/tipo-curso.

Período de candidaturas

Se tem interesse em realizar alguma candidatura na Universidade tome nota das seguintes datas: as candidaturas aos diferentes cursos de licenciatura e mestrado integrado da Universidade de Aveiro ao abrigo dos concursos especiais decorrem de 27 de julho a 21 de agosto. Podem candidatar-se a estas vagas próprias, os detentores de um curso superior, de um CET ou CTeSP, os maiores de 23 anos (apenas até 7 de agosto), quem pretenda mudar de curso/instituição e quem deseje reingressar na Universidade.
As candidaturas decorrem exclusivamente online em https://paco.ua.pt/Candidaturas.
A lista provisória de colocação dos candidatos publicada a 11 de setembro.

Reitor anuncia modo como a UA vai funcionar no próximo ano letivo

No passado dia 27 de julho, o Reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, deixou uma mensagem à comunidade universitária onde diz esperar que o novo ano letivo venha a ficar marcado pelo regresso gradual à normalidade, avançando que “a atividade letiva na Universidade de Aveiro será, a partir de setembro, sobretudo presencial.”

Turmas reduzidas, horários desfasados e alargados, desinfeção de objetos e espaços comuns, uso de máscara obrigatório em toda a UA, são algumas das medidas anunciadas para assegurar a segurança de todos.

“As turmas serão menores e os horários alargados no tempo, incluindo por exemplo as tardes de quarta-feira. Começaremos mais cedo ou terminaremos mais tarde, mas evitaremos recorrer aos sábados, exceto em cursos em que esse horário já existia. Para evitar aglomerações no acesso aos transportes, refeitórios, bibliotecas e outros serviços, os horários não iniciarão nem terminarão todos à mesma hora. (…) O uso de máscara será obrigatório em toda a UA. (…) Foram colocados túneis de desinfeção em locais críticos e tomadas precauções para assegurar o distanciamento físico e reduzir a taxa de ocupação dos espaços. (…) Nos refeitórios e bares, continuar-se-á a manter o distanciamento entre mesas e lugares, de acordo com as normas de segurança. Nas residências, todos os quartos serão individuais, com cuidados adicionais de higiene e desinfeção ”, referiu o reitor.

Paulo Jorge Ferreira anuncia ainda que a universidade recorreu aos serviços de uma empresa internacional especializada para “avaliar de forma independente os nossos procedimentos e aferir a sua adequabilidade (…) que conduzirá à aplicação de selos de segurança COVID-19.”

Relacionadas

error: Conteúdo protegido!