Queda de azulejos de prédio motiva intervenção da Proteção Civil

0
1021

A queda de azulejos do alto do Prédio Alagoas, na Praça Dr. António Albuquerque de Pinho, levou, na manhã de hoje, à intervenção da Proteção Civil Municipal, que delimitou o espaço para segurança dos transeuntes e automóveis.

Não é a primeira vez que a queda de azulejos, em diferentes paredes exteriores do edifício, é alvo de notícia, mas o problema continua por resolver, para descontentamento dos moradores e de quem frequenta este espaço público.

“Trabalho aqui perto, estacionei o meu carro em frente ao prédio, mas já o retirei para que não viesse a ficar danificado”, disse o cidadão Frederico Henriques.

“Eu ia a pé para o trabalho, quando vi um azulejo a cair. Por sorte não me atingiu. É um perigo, tem que se fazer alguma coisa antes que aconteça algo mais grave”, salientou outro munícipe que não quis ser identificado.

“Estou muito triste. Isto é uma preocupação constante. Se alguém levasse com um azulejo em cima, morria aqui”, lamentou uma moradora, que aponta o dedo à gestão do condomínio: “Já pagámos as obras, há dois anos, e a Loja do Condomínio não fez nada”. O Jornal de Albergaria contactou a empresa em causa, mas, até ao momento, não obtivemos resposta dos seus responsáveis.

Chamada a Proteção Civil, esta acorreu ao local passado pouco tempo. Em sua representação, João Oliveira esclareceu: “O nosso objetivo é a prevenção. Fizemos a delimitação do espaço para que não constitua um risco público, e agora, o Município, no âmbito da Proteção Civil, irá notificar o condomínio para que este proceda à reparação do prédio a breve prazo”.