Bombeiros de vários países europeus partilham experiências no Quartel de Albergaria

0
283

Bombeiros provenientes de diferentes países europeus foram ontem recebidos no Quartel de Bombeiros Albergaria. O encontro teve por objetivo “partilhar formas de atuação em situações de catástrofe, incêndios florestais, urbanos ou industriais e em acidentes rodoviários”, explicou o comandante Albano Ferreira.

Comandantes e ex-comandantes de corpos de bombeiros, provenientes de diferentes regiões da Alemanha, França, República Checa e Polónia, num total de 11 elementos,  estiveram ontem no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Albergaria (BVA), para um encontro de partilha de conhecimentos e troca de experiências.

A visita integrou-se no projeto de interação que decorre desde há 20 anos a esta parte, com interregno durante a pandemia, no âmbito do qual os Bombeiros de  Albergaria também já foram várias vezes a França (Bordéus) e, também, à República Checa.

A estadia em Albergaria-a-Velha começou com receção aos convidados, seguida de visita ao Quartel, e de uma sessão de apresentação do Concelho. “Nessa sessão, demos a conhecer dados estatísticos sobre a população concelhia, e a evolução que se tem registado, nos últimos quatro anos, nos serviços existentes, cujo número tem crescido significativamente”, disse Albano Ferreira, comandante do corpo de Bombeiros de Albergaria. Foram ainda apresentadas as viaturas e os equipamentos operacionais e de proteção individual.

Albano Ferreira explicou que o grande objetivo do projeto é “partilhar formas de atuação em situações de catástrofe, incêndios florestais, urbanos ou industriais e em acidentes rodoviários”, no sentido de “promover uma permuta de conhecimentos”.

O comandante dos BVA adiantou que os corpos de bombeiros estão muito equiparados em termos de equipamentos, não havendo grandes diferenças, a esse nível, entre os vários países. “O que difere é que nós, Bombeiros de Albergaria, asseguramos a emergência pré-hospitalar e o serviço de transporte de doentes não urgentes, enquanto que nas corporações que nos visitaram, a área da saúde é assegurada por outro tipo de entidades”, fez notar.

Após a sessão de trabalho, o encontro contou com um jantar-convívio, no Quartel de Albergaria.

Hoje, os visitantes despediram-se, com destino a Aveiro, ficando a promessa da visita ser retribuída, em data a combinar.

Em conclusão, Albano Ferreira disse que foi uma ação “muito produtiva, em que ficámos a conhecer melhor outras realidades e partilhámos informações sobre a organização e métodos de socorro e combate no teatro de operações”. O comandante referiu também, como positivo, o lado mais lúdico, reconhecendo a “importância da confraternização e do bem-receber”, incluídos no programa.