Festival da Canção RIA espera muita música, solidariedade e “casa cheia”

0
153
Close up of a microphone on a concert stage with beautiful lighting.

A Musikarisma, nascida em Aveiro em 2010 com a missão de preservar o património musical local sem lhe retirar modernidade, aventura-se no seu primeiro Festival da Canção. O presidente da Associação diz que as expectativas, a termos de adesão do público e apoio de empresas regionais, foram superadas e promete “algo substancial”.

O Festival da Canção RIA, uma organização da Musikarisma Associação, realiza-se no dia 28 de outubro, no Auditório do Centro Paroquial de Avanca, às 21h30. A estreia conta com participantes vindos de Rio Tinto, Valongo (Porto), Avanca, Aveiro, Esgueira, Viseu e Torres Vedras.

“A Musikarisma nasceu para isto, para tudo o que tenha a ver com criar e preservar a música. No ano passado surgiu a oportunidade e o desafio de organizar um Festival da Canção e em janeiro deste ano começámos a preparar tudo, nunca pensando que teríamos este apoio quer de quem nos ajuda, quer dos concorrentes”, orgulha-se Vítor Hugo, presidente da Associação e organizador do evento, realçando que a maioria dos patrocínios e participantes são de fora de Estarreja.

As pulseiras para assistir ao Festival da Canção Musikarisma estão à venda por 5 euros e podem ser adquiridas online ou nos pontos de venda: Taberna Matilde (Avanca), Óptica Ergovisão (Avanca), Óptica piscinas Estarreja e Pardilhó, Imobiliária Ponto Habitação (Aveiro), Hotel Moliceiro, Triângulos Bar (Avanca), Qualiavelar (Avanca), Café Miranda (Estarreja), Bombeiros V Estarreja e Farmácia Loureiro – Loureiro.

“Há pontos de venda que já esgotaram as pulseiras e estão a pedir mais. Vai ser algo substancial. Arrisco-me a dizer que vai ser casa cheia”, antecipa o presidente. A receita proveniente da venda de bilhetes reverte em 50% para os Bombeiros Voluntários de Estarreja. Vítor Hugo realça a ajuda e participação ativa dos patrocinadores para que tudo fosse possível. “Não só ajudam com apoios, mas alguns deles forneceram equipamento para o staff, trataram do marketing e das pulseiras, por exemplo”, agradece.

Dança e poesia

Vítor Hugo avança que a noite irá abrir com a declamação de dois poemas dedicados à Ria de Aveiro. As atuações dos concorrentes, de temas originais ou de terceiros, serão intercaladas com apresentações da Associação Cultural Grupo de Dança Pestinhas, da Gafanha da Nazaré. O painel de júris, composto por três elementos da Banda Bingre Canelense (Canelas, Estarreja), decide quem recebe o 1º, 2º e 3º lugar e prémio para melhor interpretação. No final, o Festival fecha com a atuação da canção vencedora.

“Ver isto tudo a acontecer e a compor-se impressionou-me pela positiva. Esta primeira edição está a superar muito as minhas expectativas. Nos bastidores, já se pensa na próxima edição”, diz o presidente. A Musikarisma iniciou atividade em 2010 em Aveiro com o objetivo de dinamizar atividades culturais através da música e da sua relação com todas as outras formas de expressão, com foco na integração de modernidade no património musical regional, seja ele rural ou urbano.