• Jornal de Albergaria - Banner Avelab


Festival dos canais regressa a Aveiro

  • Categorias Atualidade
  • 15 de Julho, 2020
  • 158 Visualizações
Festival dos canais regressa a Aveiro

O Festival dos Canais, promovido pela Câmara Municipal de Aveiro e organizado pelo Teatro Aveirense, regressa já amanhã e apresenta-se numa edição especial, adaptando-se às limitações impostas pelo combate à pandemia da covid-19. Realiza-se de 16 a 19 e de 24 a 26 de Julho em vários locais da cidade e a entrada é sempre gratuita. Cuca Roseta, Dino d’Santiago e o saxofonista Henk Van Twillert com Hélder Moutinho são alguns dos principais artistas que vão atuar este ano.

As principais mudanças acontecem na dimensão e nas datas do Festival, que este ano se estende por dois fins de semana: 16 a 19 e 24 a 26 de julho. Mantêm-se, no entanto, as principais características do evento, nomeadamente a existência de música, performances, circo, instalações artísticas, entre outras.

O respeito pelas normas de segurança impostas pela DGS ditam algumas alterações: o evento terá recintos delimitados e é obrigatório o levantamento de bilhete. Haverá lugares fixos e devidamente distanciados. Serão disponibilizadas máscaras a todos os interessados e gel desinfetante para as mãos.

Os concertos na Praça do Marquês estão entre os principais destaques desta edição. Dino D’Santiago (dia 18), Cuca Roseta (dia 24) e o saxofonista Henk Van Twillert com Hélder Moutinho (dia 25) vão atuar no palco do Festival dos Canais, sempre às 21:30h.

Na música, um momento a destacar é também o cine-concerto “Surdina”, uma tragicomédia do realizador Rodrigo Areias com música de Tó Trips. O argumento é de Valter Hugo Mãe e o elenco conta com Ana Burstoff e António Durães, entre outros. A sessão vai acontecer no dia 16, às 22h30, no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian.

Destaque também para a Orquestra Filarmonia das Beiras que tem três atuações agendadas para os dias 19, 25 e 26, pelas 18h30, no Claustro da Misericórdia.

Este ano há algumas estreias a assinalar. A associação cultural Albergar-te, de Albergaria-a-Velha, vai apresentar “a mais longa SINOPSE”, uma “reflexão sobre a relação entre a arte e a sua justificação, quando achamos que a arte não se justifica”. Espetáculo marcado para dia 16 e 17 às 22h00 e dia 18 às 23h00.

O novo circo também faz parte das estreias. Trata-se do novo espetáculo de João Paulo Santos, intitulado “O Outro”. A primeira apresentação será no dia 17 às 21h30 e as restantes nos dias 18 e 19 às 15h e às 18h00, no coreto do Parque da Cidade.

De modo similar, assinala-se a nova criação da companhia Red Cloud Teatro de Marionetas. Dá pelo nome de “Isto aconteceu de repente – distorção” e envolve marionetas, uma atriz, cinema de animação e vídeo. Sessões nos dias 24 e 25 às 21h30 e dia 26 às 16h00, no Teatro Aveirense.

Tal como aconteceu em anos anteriores, a edição deste ano do Festival dos Canais terá várias instalações artísticas na cidade. O projeto City Lab (Parque da Cidade, no lago) irá trazer esculturas totêmicas que retratam a relação entre a humanidade e a natureza. Na escadaria do Atlas Aveiro – Edifício Fernando Távora, pode ver “Beam Reach II”, uma instalação de luz. Similarmente, a instalação “Vida”, de Maria Matina, ocupará as árvores do Cais da Fonte Nova, exaltando os seres elementares da natureza (Água, Fogo, Terra e Ar), as folhas, plumas, carvão, brotos vivos, areia, sal, água e a terra.

Realce ainda para a conferência “ÁGUA: Aveiro, Lua e Marte”, que propõe uma reflexão sobre o território de Aveiro. Daniel Casas Valle, Rodrigo Areias e Bernard Foing são os orados convidados que o vão fazer embarcar numa viagem de ida e volta, entre Aveiro a lua e Marte. Qual o reflexo da lua na ria de Aveiro? Como é a Água na lua e Marte? Como se vive neste lugares? São algumas das questões que serão respondidas.

Pode ver o programa completo do Festival dos Canais em: https://festivaldoscanais.pt

Relacionadas

error: Conteúdo protegido!