Alunos e ideias brilham no palco do Cineteatro Alba

0
651

Não são o “Professor Pardal”, mas são alunos cheios de ideias, traduzidas em 11 projetos apresentados, esta tarde, no concurso #Faz o Teu Futuro. “Mental Force” é o nome da ideia vencedora, que propõe a criação de uma plataforma online para consultas de saúde mental, tendo a comunidade escolar como público alvo.

#Faz o Teu Futuro, 9. ª edição do concurso de ideias do Ensino Secundário e Profissional, fez subir ao palco do Cineteatro Alba cerca de 240 alunos de 14 turmas, acompanhados pelos professores e mentores dos projetos, no âmbito da Semana do Empreendedorismo do Município de Albergaria.

Das 11 ideias finalistas, selecionadas de um total de 22, os jurados escolheram as três melhores, sendo que o vencedor do primeiro prémio irá representar Albergaria, dia 24 de Maio, em Ovar, no Concurso Intermunicipal.

“Mental Force” – da Turma 11ºG da Escola Secundária de Albergaria, apresentado pelo aluno Rodrigo Pereira, sob orientação do professor Hugo Carvalho e da mentora Cláudia Sequeira, esta do Colégio de Albergaria -, é o título da ideia vencedora. Consiste na proposta de criação de uma plataforma online dirigida à comunidade escolar, com o objetivo de proporcionar consultas de saúde mental que garantam o anonimato dos clientes. O aluno apresentou o projeto mostrando domínio nos detalhes e grande convicção nas suas potencialidades. “É um projeto revolucionário”, afirmou.

Em segundo lugar ficou “Inspire your ideas” (turma 11.º F, da Escola Secundária; aluno António Tolstykh; professora Cristina Vides e mentora Mariana Pites, da UA Incubator), que propõe uma aplicação online para partilha de ideias empreendedoras.

“Car Wheelchair” (turma 11.ºH da Escola Secundária, alunas Nair Rumor, Ana Beatriz Soares e Diana Oliveira; professora Helena Baltazar; mentor Diogo Silva, da SilvaCut), obteve o terceiro prémio, com a ideia de criar cadeiras de rodas coloridas e personalizadas, através do reaproveitamento de materiais.

Partilha de ideias e aprendizagens

Apresentada de forma descontraída e bem-humorada por Ricardo Serigado (GesEntrepreneur), a sessão começou por chamar ao palco Catarina Mendes, vereadora da Educação, que desejou que este seja um concurso em que todos se divirtam. “Não é uma competição, é uma partilha de ideias e de aprendizagens; aprendizagens que não vêm no currículo, mas que servem para a vida”, afirmou, realçando a importância da capacidade argumentativa e da atitude cívica dos jovens.

No final, o presidente da Câmara, António Loureiro, que não pode estar desde o início, elogiou os projetos concorrentes e disse que o tecido empresarial de Albergaria acredita cada vez mais nos projetos apresentados nos concursos. Embora sublinhando que “não interessa quem ganha”, exclamou em tom de graça: “Que a equipa que nos vai representar na final em Ovar consiga trazer o prémio para Albergaria!”.

Enquanto os jurados – Franscisco Banha, Maribel Marques, Pedro Almeida, Paulo Marques, Ana Carrancho e Susana Carvalho – decidiam a quem atribuir os primeiros prémios, os alunos assistiram com entusiasmo à atuação do músico Sérgio Cerqueira.