Distrito de Aveiro entre os que tiveram mais incêndios, mas menos área ardida

Distrito de Aveiro entre os que tiveram mais incêndios, mas menos área ardida
Distrito de Aveiro entre os que tiveram mais incêndios

A base de dados nacional de incêndios regista, no período compreendido entre 1 de janeiro e 15 de agosto de 2018, um total de 7679 incêndios rurais que resultaram em 34791 hectares de área ardida, entre povoamentos (19377 ha), matos (13433 ha) e agricultura (1981 ha).

O distrito de Aveiro é o 3º com mais ocorrências registadas, mas a área ardida confirma que a pronta intervenção permitiu controlar esses focos de incêndio. Foram registados 693 fogos no distrito e a área ardida chega aos 161 hectares, em fogos de reduzida dimensão que não ultrapassam, em média, um hectare de área ardida. Braga é o 2o distrito mais ocorrências (729), e o Porto foi o que maior número de ocorrências registou, 1275. No que concerne à área ardida, Faro é o distrito mais afetado, com 26942 hectares, o que corresponde a 77% da área total ardida até à data. Segue-se Santarém com 1109ha e Braga com 1010ha.

Segundo o relatório, o uso do fogo-queimadas foram a principal causa dos fogos investigados entre 1 de janeiro e 15 de agosto. Os dados revelam que 66% dos incêndios deflagraram devido a queimadas e 14% devido a fogo posto.

Relacionadas

error: Conteúdo protegido!