50 anos do 25 de Abril plantam Liberdade por todo o concelho

0
74

A Liberdade vai passar por aqui – por cada freguesia, faixa etária e forma de expressão artística. Cinema, exposições, workshops, concertos, cultura local e popular, a tradicional sessão solene e um mural para eternizar a efeméride cabem no vasto e inclusivo programa municipal para a celebração de meio século de Democracia, que começa já no dia 6.

Mário Branco, presidente da Assembleia Municipal de Albergaria, lançou as primeiras pistas para o programa celebratório dos 50 anos do 25 de Abril na edição do JA agora nas bancas, onde destacou a diversidade e ambição das atividades agendadas – como o ‘Abril Jovem’ a cargo dos estudantes do concelho ou o ‘Abril nas Freguesias’ que levou os presidentes de Junta a “desassossegar” os cidadãos em cada canto de cada lugar. De 14 a 24 de abril cada uma das seis freguesias do concelho terá um ou mais dias dedicados à apresentação do que prepararam para festejar Abril em comunidade.

As celebrações arrancam oficialmente no dia 6 de abril, às 16h, no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior, com a apresentação da exposição ‘Legado de Um Cravo’ e a palestra ‘Censura’, a terminar com um momento musical protagonizado por José Rui Branco, Hugo Gamboias e Diogo Passos. Já a exposição ’25 de Abril: Uma Revolução em Marcha’ aterra no Cineteatro Alba às 18h de 12 de abril, acompanhada pelos cavaquinhos do Grupo da Universidade Sénior de Albergaria.

“É preciso criar vontade de participar nas comemorações do 25 de Abril, deve ser um momento para lembrar a Liberdade que não tínhamos. Não conseguíamos votar ou falar livremente. É importante honrar esses direitos e não existir na sociedade como simples espectadores. Estamos a comemorar Abril lembrando a sua mensagem de liberdade, tolerância, igualdade e respeito. Abril é de todos e todos temos de estar desassossegados”, desejou Mário Branco, em jeito de convite à comunidade, em entrevista ao JA.

Solene e do povo

Luís Nelson Santos, Capitão de Abril, vem partilhar História e estórias com a população, de como foi ser jovem em tempos de revolução, a 19 de abril, às 14h, no Cineteatro. O mesmo dia é dedicado ao ‘Abril Jovem’, repleto de intervenções culturais e criações artísticas dos alunos do Agrupamentos de Escolas de Albergaria-a-Velha e Branca, Colégio de Albergaria e Jobra Educação.

Seguindo a onda de intergeracionalidade, os artistas multifacetados do Programa Idade Maior, projeto municipal de promoção do envelhecimento ativo, fazem da Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior palco para o colóquio ‘A Gastronomia: antes e depois de Abril’, a partir das 15h de dia 13, onde contam partilhar sabores e saberes, em conjunto com o engenheiro Manuel Dias da Silva.

No campo do cinema, o Cineteatro Alba projeta na tela da Sala Principal o filme “Salgueiro Maia – O Implicado” de Sérgio Graciano, dia 21, às 18h, e recebe o concerto de Miguel Araújo na noite de 24 de abril, às 21h30. Fora de portas, no Dia da Liberdade, a Alameda 5 de Outubro passeia no tempo com a exposição de carros e motorizadas da época de 70, uma iniciativa feita em parceria com os Clássicos de Soutelo (Branca) e Clássicos do Vouga (Angeja).

A sessão extraordinária da Assembleia Municipal Evocativa do 25 de Abril encerra o programa. A reunião realiza-se no Cineteatro Alba, às 16h, e conta com a presença de Maria de Belém e António Lobo Xavier. A participação previamente anunciada do jornalista Júlio Magalhães não consta no programa.

A Assembleia inclui um momento musical interpretado pelo Coro Infantil da ARMAB e a atuação do Hino Nacional pela Banda Filarmónica do mesmo grupo. A cerimónia é antecedida pelo hastear de bandeiras nos Paços do Concelho, às 15h30, com a habitual Guarda de Honra pelos Bombeiros Voluntários de Albergaria e um momento simbólico pela paz e em solidariedade para com todos os países que enfrentam a guerra.

A programação completa está disponível nas imagens abaixo e no website municipal.