- Publicidade -
16.5 C
Albergaria-a-Velha
InícioCOVID-19Vacinação arranca amanhã em Albergaria-a-Velha

Vacinação arranca amanhã em Albergaria-a-Velha

- Publicidade -

A vacinação dos albergarienses com mais de 50 anos com doenças associadas (insuficiência cardíaca, doença coronária, insuficiência renal ou doença respiratória crónica) começa esta quinta-feira. Segundo o que o Jornal de Albergaria conseguiu apurar, as primeiras vacinas estão agendadas para as 08h30.
O grupo da população com mais de 80 anos irá começar a ser vacinada na próxima semana.
No concelho, a vacinação vai ser realizada no Centro de Saúde de Albergaria-a-Velha.
De acordo com as informações obtidas, para o primeiro dia, está prevista a vacinação de cerca de 150 pessoas. O apelo é para que respeite a hora da marcação e no caso de não poder estar presente, informar a unidade de saúde para que se possa proceder à substituição da pessoa vacinada e assim garantir que nenhuma dose seja desperdiçada.
Estes dois primeiros grupos etários dizem respeito à primeira fase do Plano de Vacinação contra a Covid-19.
Se está inserido em algum destes grupos ou se tem familiares que se enquadrem, é aconselhada a atualização dos dados pessoais para garantir que faz parte das listas de vacinação. Após esse processo, deve aguardar até ser contactado pelas autoridades de saúde para agendar o dia e a hora da toma da vacina.
No caso das pessoas entre os 50 e os 79 anos com doenças associadas que não são seguidas pelo Serviço Nacional de Saúde, devem contactar o seu médico assistente, de forma a garantir a sua inclusão na primeira fase do plano de vacinação e serem contactadas pelo centro de saúde para o agendamento da vacinação.
Para saber se consta nas listas de vacinação nesta primeira fase, pode verificar através deste link.
 

- Publicidade -
Adriana Ribeiro
Jornalista do Jornal de Albergaria - Licenciada em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo pela Universidade da Beira Interior. Leitora assídua e apaixonada pela escrita desde pequena. O gosto pelo jornalismo foi por isso inevitável. O jornalismo regional tem sido o grande foco de trabalho, tendo já passado por várias redações de vários pontos do país.
- EDIÇÃO IMPRESSA -

CONECTE-SE

20,928GostosGostar
2,681SeguidoresSeguir

EM DESTAQUE

- Publicidade -

PUBLICAÇÕES RELACIONADAS

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido!