• Jornal de Albergaria - Remax Fevereiro 2
  • Jornal de Albergaria - Banner Avelab
  • Jornal de Albergaria - Ebd87793 0653 40b8 Be72 D229bc5a9185


Arrancaram as obras no Centro Coordenador de Transportes

  • Categorias Atualidade
  • 18 de Janeiro, 2021
  • 316 Visualizações
Arrancaram as obras no Centro Coordenador de Transportes

Já arrancaram as obras de beneficiação do Centro Coordenador de Transportes de Albergaria-a-Velha. A conclusão da empreitada, no valor de 279 500,92 euros, está prevista para daqui a seis meses.

A intervenção contempla o tratamento das fachadas com materiais mais resistentes e de fácil manutenção, como a colocação de chapa nas paredes e colunas, a substituição das caleiras e tubos de queda para as águas bem como as caixilharias das janelas e a claraboia e vitral associado. Será também colocado isolamento termo-acústico nas paredes exteriores. Os tetos e as paredes interiores serão pintados e haverá a substituição do piso no cais de embarque e em algumas zonas pontuais de circulação.

Para a autarquia albergariense o Centro Coordenador de Transportes tem “excelentes acessibilidades” e “assume um papel de grande importância na mobilidade na Região Centro do País, pelo que é objetivo da Câmara Municipal transformá-lo num equipamento mais moderno e funcional, garantindo uma resposta mais eficiente e eficaz à população”.

Recorde-se que esta era uma obra já muito aguardada pelos utilizadores do espaço. O Centro Coordenador de Transportes apresentava sinais alarmantes de falta de manutenção, tendo a situação inclusive sido relatada pelo Jornal de Albergaria em outubro de 2019. No espaço exterior verificava-se regularmente a existência de pedaços de tijoleira que se soltavam das paredes do edifício de uma altura considerável. Um perigo iminente que motivou queixas por parte de proprietários que estacionavam os veículos nos parques junto ao centro e sentiam receio que as viaturas fossem atingidas acidentalmente. A falta de aquecimento, a parca iluminação, a ausência de vigilância e os espaços “quase sempre fechados” também motivaram algumas reclamações.

Relacionadas

error: Conteúdo protegido!