Alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria vencem concurso nacional sobre questões ambientais

Alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria vencem concurso nacional sobre questões ambientais
Alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria vencem concurso nacional sobre questões ambientais

A Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) divulgou na manhã do dia 30 de agosto, o grande vencedor do concurso de Curtas- metragens: O Oceano e as Alterações Climáticas, realizado no âmbito do Projeto EduC02cean.

Os alunos de Técnico de Multimédia do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha Cláudia Ferreira, Luís Pinto, Pedro Mimoso e João Ferreira sobe a orientação do Professor Paulo Calhau, foram os grandes vencedores deste concurso nacional com o vídeo “beauty”. A curta vencedora é uma reflexão acerca da problemática do degelo e da proporção “assustadora” que esta questão tem vindo a tomar nas últimas décadas. Este vídeo procura, portanto, fazer o “apelo a um comportamento retrocesso face a comportamentos de risco, ou seja, uma suspensão das ações destrutivas do Homem ao seu próprio habitat e à beleza da vida na Terra.

A classificação de 2º e 3º lugar será entregue ao Instituto Técnico e Artístico Cultural de Coimbra, com o vídeo “Destroçados Anónimos” e ao vídeo do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha “Truth”, respetivamente.

Este ano houve espaço para a atribuição de 4 menções Honrosas: “Quem tramou o mexilhão” (St.Peter’s Internacional School), “Poluição no Mundo” (Escola Secundária D. Duarte), “Memória e Essência” (Escola Secundária de Albergaria-a-Velha) e “Naturfaker” (Instituto Técnico e Artístico Profissional de Coimbra). Todos os vídeos submetidos a concurso estão disponíveis no Canal de Yotube EduCO2cean.

Este concurso de curtas-metragens – “O Oceano e as Alterações Climáticas” pretende ser uma forma de nos fazer pensar acerca das causas e efeitos das alterações climáticas no mar e oceano, produzindo conteúdos capazes de sensibilizar a comunidade. Foi destinado a estudantes do 3º CEB, secundário e profissional, dos 13 aos 17 anos, inscritos no ano letivo 2017/2018. A participação no concurso podia ser individual ou em grupo (até 4 participantes). Cada autor ou grupo de autores podia concorrer com um máximo de 3 (três) curtas-metragens.

Relacionadas

error: Conteúdo protegido!